Demorei muito tempo a encontrar cremes de que gostasse, por isso resolvi fazer esta partilha. Até agora tenho usado na pele apenas óleos naturais como de rosa mosqueta, aloé vera, amêndoas, coco, misturas de óleos, mas a minha pele veio a ficar bastante desidratada e mais gordurosa. A minha pele é muito sensível, tenho sardas e bastante tendência a ficar desidratada. Mesmo tendo uma boa alimentação e bebendo muita água, a minha pele estava sempre seca e comecei a ficar com rugas de expressão demasiado vincadas. No final do dia doía-me a pele de tão seca que estava.

Comecei então uma procura de cremes (os mais naturais possível) e fechei a quimera nestes. Espero que sejam úteis para vocês também:

TOP 4:

Sérum Booster Laboratórios Novexpert – Uso de manhã e à noite, sem massajar, o que faço é “achatá-lo” contra a pele. Comprei na Perfumes e Companhia depois desta marca me ter convidado para fazer um teste à minha pele para experimentar esta marca vegana. Fiquei fã. O frasco é de vidro e pode ser reciclado ou reutilizado.

Ritual of Namasté Day Anti-Aging- uso este para o dia e para a noite. É para peles sensíveis e desidratadas, e é muito cremoso. Também tem uma embalagem de vidro com uma tampa de metal, e só precisa depois de comprar a recarga quando acabar – o que faz com que seja mais sustentável. Da Rituals.

Óleo de coco, azeite ou óleo de amêndoas doces para desmaquilhar – sendo que , apesar de menos sustentável, prefiro o óleo de coco, acho mesmo eficaz para tirar a maquilhagem sem esfregar e sem nasties. Coloco na palma da mão e massajo para tirar a maquilhagem, e depois lavo. Quando necessário uso uma esponja reutilizável ou discos de maquilhagem reutilizáveis para retirar as partes mais difíceis (os olhos de panda, sobretudo).

Máscara Anti-poluição Japanese Matcha Tea – da The Body Shop. É uma máscara que faz uma leve exfoliação e purifica a pele. Uma vez por semana uso e deixo actuar uns minutos, e depois retiro com água depois de dar uma suave massagem para tirar as células mortas.

CC Cream da Mádara – comprei na Organii. Tem uma textura muito leve e funciona como uma base e creme hidratante. Uso depois do sérum e do creme, durante o dia. Afina o grão de pele, camufla as vermelhidões, protege contra a poluição e ainda tem uma pequena protecção solar (SPF 15). Dá um gole espectacular à pele. Não uso todos os dias porque não uso maquilhagem todos os dias, gosto que a minha pele respire. Mas quando preciso daquele boost de glow, este é perfeito!

Acho muito importante, na escolha de cremes para a pele:

  1. serem veganos, sem químicos e sem testes em animais

2. reduzirmos a quantidade de “tralha” que usamos, seja na casa de banho seja na vida em geral. Não precisamos de milhões de coisas, o que acontece e que nos fazem pensar que sim. Mas não. É possível ser-se feliz com o essencial, tudo o resto é desnecessário.

3. ter uma embalagem sustentável (prefiro o vidro) e dar o nosso dinheiro a empresas que o merecem, que têm práticas sustentáveis, que preferem os ingredientes de origem vegetal e sem testes em animais, e que o fazem activamente por princípio e não porque vende mais.

4. tenha em atenção os ingredientes! No meu livro novo “Ecoguia para Mudar o Mundo” tem uma lista de ingredientes a evitar.

Este post não é patrocinado, é apenas uma partilha sincera daquilo que eu uso (como todos os posts aqui). Espero que seja útil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*