Esta receita está no meu livro e foi o produto best-seller da pequena fábrica que tive (lembram-se quando vendia bolos de aniversário e outras coisas? Este era o mais pedido!). É uma receita adaptada de uma receita que encontrei há muito tempo e que data da grande depressão, altura em que havia racionamento de comida mas ainda havia gulodice. Como os períodos não são assim tão diferentes, entre a grande depressão e hoje, em que não podemos sair de casa e não temos muitos ingredientes disponíveis, é um excelente bolo para fazer com os que tem na despensa. E, pasme-se, é feito sobretudo de água!

Para 1 bolo de chocolate (10 fatias) – duplique se quiser um grande!

  • 1 chávena farinha de trigo ou espelta
  • 1/2 chávena de farinha de trigo ou espelta integral
  • 1 c. chá de bicarbonato de sódio
  • 1 c. chá de fermento
  • 1/4 chávena de cacau
  • 1 chávena de açúcar mascavado
  • 6 c. sopa de óleo de girassol
  • 1 c. sopa de vinagre de sidra
  • 1 chávena de água

Misture todo os ingredientes numa taça e envolva bem com um batedor de varas. Não mexa demais, apenas para que esteja tudo envolvido.

Leve ao forno numa forma forrada com papel vegetal, durante 30 a 40 mn a 180ºC. Não deixe assar demais ou ficará seco.

Retire do forno, deixe arrefecer antes de o colocar num prato ou numa grelha de pasteleiro.

Não se esqueça que o chocolate/cacau, apesar de ser muito comum na nosa cozinha, vem do outro lado do mundo. Não é uma cultura muito sustentável ou ética. Portanto prefira chocolate de origem certificada, com grande % de cacau e de comércio justo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*
*